Asociación Latinoamericana
de Filosofía Analítica

Admissão

 

Como se tornar um membro de ALFAn? A admissão na associação deve ser feita mediante carta à Diretoria solicitando o ingresso, que deverá ser enviada a Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Na carta deve-se indicar a categoria de membro (ordinário, adjunto ou institucional) para a qual se solicita admissão  e de que maneira o candidato satisfaz os correspondentes critérios. Adicionalmente, deve-se incluir um curriculum vitae no caso de pessoas físicas; e o link da página eletrônica e/ou cópia de sua ata de criação no caso de instituições. Caso sejam necessárias informações adicionais, a Diretoria assim as solicitará ao candidato. Abaixo estão listadas as categorias de membros e os requisitos para cada uma delas. Se existe alguma dúvida remanescente, não hesite em contactar-nos.

 

Membros ordinários

Pode optar por ser membro ordinário de ALFAn qualquer pessoa física que realize pesquisa ou docência em filosofia analítica, que tenha compromisso claro com a associação, e que cumpra com os seguintes requisitos:

i. estar vinculado a uma instituição de educação superior, ou a um centro de pesquisa, ou que tenha se aposentado em algum destes locais;

ii. ter doutorado ou méritos equivalentes;

iii. ter 4 artigos publicados (ou, alternativamente, um livro publicado) em filosofia analítica nos últimos 5 anos, ou uma larga trajetória reconhecida de     publicações em filosofia analítica.

Estes membros têm direito a voto e a serem eleitos para compor a Diretoria. Não poderão ser eleitos aqueles membros que não exerçam sua profissão na América Latina. Em casos excepcionais, a Diretoria poderá isentar um solicitante de um e apenas um dos requisitos anteriores desde que o mesmo apresente cartas de recomendação de dois membros ordinários.

 

Membros adjuntos

Pode optar por ser membro adjunto de ALFAn qualquer pessoa física que cumpra os seguintes requisitos:

i. realize trabalho em filosofia analítica;

ii. conte com duas cartas de recomendação de membros ordinários;

iii. a) esteja vinculada a um programa de pós-graduação de alguma instituição de ensino superior ou b) tenha concluído seu doutorado nos últimos dois anos mas ainda não reúna os requisitos necessários para ser membro ordinário ou c) seja professor de alguma instituição de educação secundária.

Estes membros não têm direito a voto nem a serem eleitos para compor a Diretoria, mas em todos os demais aspectos têm os mesmo direitos que os membros ordinários. Com relação às obrigações, a anuidade correspondente terá sempre um valor menor que a dos membros ordinários. Os membros adjuntos poderão solicitar a mudança para membro ordinário assim que satisfizerem os requisitos para esta categoria.

 

Membros institucionais

Pode optar por ser membro institucional de ALFAn qualquer instituição, associação ou organização na qual seja realizada pesquisa em filosofia analítica. A aprovação da admissão ficará a critério da Diretoria. Membros institucionais não têm direito a voto nem a serem eleitos para compor a Diretoria. A anuidade de membros institucionais será fixada com um valor maior que a dos membros ordinários. As sanções disciplinares, suspensão ou expulsão serão decididas pela Diretoria, pelo voto de dois terços de seus componentes. Entre as causas de suspensão ou expulsão figuram o não-cumprimento do pagamento das anuidades, ou qualquer ação que afete o bom funcionamento e comunicação entre os membros da associação. O membro envolvido sempre terá a oportunidade de defender-se por escrito perante a Diretoria.